quarta-feira, 6 de dezembro de 2017

PESQUISA DE PRODUTOS NATALINOS 2017

O PROCON Barretos realizou pesquisa comparativa de preços de Produtos de Natal em seis estabelecimentos comerciais do município, nos dias 01/12 a 05/12/17, com 19 produtos que podem fazer parte da Ceia de Natal.

O consumidor precisa estar atento, pois de acordo com a averiguação os preços oscilaram de um estabelecimento para outro, principalmente devido à forma de embalagem, marca e peso apresentada de alguns produtos. Como por exemplo, a ameixa seca sem caroço, encontramos o preço de R$ 1,99 por 100g e R$ 9,90 por 250g, gerando uma variação de 397,49%.

O preço médio dos produtos em relação ao ano passado apresentou algumas variações, alguns produtos apresentaram aumento e outros queda, veja alguns que tiveram aumento:

Chocotone (500 a 750g): no ano de 2016 apresentou valor médio de R$ 14,19, já esse ano apresentou valor médio de R$ 15,45, aumento de 8,87%;

Bombons Sortidos (cx. 300 a 350g): no ano de 2016 apresentou valor médio de R$ 8,80, já esse ano apresentou valor médio de R$ 9,24, aumento de 5,0%;

Figo em Calda (lata 400 a 450g): no ano de 2016 apresentou valor médio de R$ 11,88, já esse ano teve valor de R$ 12,61, aumento de 6,14%.

Orientamos o consumidor a pesquisar preços, ficar atento ao prazo de validade e as condições de conservação e armazenamento adequado dos produtos, conforme recomendações do fornecedor.

Os preços estão sujeitos a alterações, pois os estabelecimentos podem fazer ofertas e promoções especiais para o final do ano.




PESQUISA CESTA BÁSICA – DEZEMBRO/2017

O Centro de Estudos e Pesquisas PROCON Barretos realizou pesquisa comparativa de preços de Cesta Básica em seis estabelecimentos comerciais do município.

Foi constatado um pequeno aumento de 3,64% em relação ao preço médio do mês anterior, de R$ 73,00 para R$ 75,66.

O consumidor deve ficar atento aos preços e pesquisar, apesar de ter ocorrido um pequeno aumento nos preços, há uma variação de preços de um estabelecimento para outro e de uma marca para outra, fique atento.

Alguns itens que apresentaram aumento no menor preço no mês:

•  Arroz (pcte 5kg):  Mês anterior R$ 7,78 e no mês de dezembro pode ser encontrado por R$ 8,95, variação de 15,03%.

•  Óleo de Soja (900ml):  Mês anterior R$ 2,78 e no mês de dezembro pode ser encontrado por R$ 2,98, variação de 7,19%.

• Café em Pó (pcte 500g.):  Mês anterior R$ 6,99 e no mês de dezembro pode ser encontrado por R$ 7,48, variação de 7,01%.

terça-feira, 5 de dezembro de 2017

COMPRAS DE FINAL ANO

Em dezembro muitos consumidores vão às compras em busca de presentes para dar aos seus entes queridos. Com isso, as vendas de final de ano crescem substancialmente aumentando também a atenção que os consumidores devem ter na hora de ir às compras.

O PROCON de Barretos informa algumas dicas nas quais os consumidores devem estar atentos na hora de fazer suas compras, quer seja nos estabelecimentos comerciais de sua cidade, quer seja pela internet.

Compras em estabelecimentos comerciais
- pesquisar preços antes de concretizar as compras;
- possibilidade de troca e seu respectivo prazo;
- prazo de garantia do produto oferecida pelo fabricante;
- em compras parceladas, verifique o valor das parcelas e a taxa de juros que será cobrada;
- ler com atenção o contrato antes de assinar, para ficar ciente das informações sobre o serviço ofertado;
- verifique a cobertura dos seguros e garantia estendida ofertados pelo estabelecimento

Compras pela Internet e Telefone:
- conheça o site que pretende comprar;
- pesquise se a empresa tem muitas reclamações;
- dê preferência por sites de empresas conhecidas no mercado;
- desconfie de produtos com preço muito baixo;
- procure informações de pessoas que já compraram desse site;
- preferir sites de lojas que possuam sede no Brasil;
- atenção ao prazo de arrependimento e troca do produto, de 7 dias após a contratação ou  chegada do produto.

Brinquedos:
- verifique se a embalagem contem informações necessárias sobre faixa etária adequada e/ou advertências a respeito de possíveis riscos para garantir a segurança e preservação da vida humana no momento da utilização;
- brinquedos sem o selo do Inmetro ou com selo falsificado não podem ser comercializados;